Email Protegido

Com o intuito de oferecer a máxima proteção aos seus clientes, a MD Brasil implantou o serviço de e-mail protegido com o objetivo de prevenir e combater vírus e spams que podem causar diversos aborrecimentos. Esta ferramenta tem a função de bloquear mensagens contaminadas ou indesejadas, antes que elas cheguem na caixa de entrada do usuário. O Email protegido é oferecido sem nenhum custo adicional e está disponível em todos os planos de acesso e pacotes de serviços.

Política de Administração dos Serviços de Correio Eletrônico da MD Brasil

Tendo por objetivo dar conhecimento a seus clientes e a administradores de outras redes que eventualmente utilizem os serviços da MD Brasil ou interajam com ela, publicamos abaixo nossa política relativa aos serviços e Correio Eletrônico.
Tal política tem por objetivo garantir o bom funcionamento dos serviços de Correio Eletrônico, controlando a distribuição das chamadas “pragas virtuais” como o SPAM, Vírus, Spywares, etc. Ela está baseada em várias técnicas que estão abaixo descritas e que visam tanto os e-mails destinados a seus clientes como aqueles originados por estes.

A MD Brasil se reserva o direito de recusar ou penalizar o acesso ao sistema de correio eletrônico, a qualquer momento e sem necessidade de prévio aviso, por iniciativa própria ou por exigência de um terceiro, àqueles Servidores de Origem que descumprirem alguma destas condições, assim como aos clientes que se utilizam desse serviço.

Medidas e técnicas empregadas para controle de mensagens entrantes:

1 – Técnica de “Greylisting” : Sempre que um remetente envia pela primeira vez uma mensagem a algum cliente da MD Brasil o Servidor da MD Brasil gera propositalmente uma mensagem de “erro temporário”, forçando um reposicionamento na fila do servidor de origem. Nos 4 minutos subsequentes essa condição é mantida para qualquer mensagem do mesmo remetente. Sendo um servidor corretamente configurado o remetente tentará novamente o envio e a mensagem será aceita, cadastrando-se o remetente em um Banco de Dados. Nos próximos 40 dias, a contar desse evento ou de novas mensagens da mesma origem, o registro permanecerá ativo e não será ocasionado qualquer atraso.

Portanto, dependendo da configuração do Servidor de Origem, de sua carga e de outras condições de rede mensagens enviadas pela primeira vêz poderão ter atrasos variando de poucos minutos ( caso mais comum ) ou algumas horas (somente em casos em que o servidor de origem está severamente carregado ).

2. O Servidor de Origem deve possuir configuração de DNS. Isto implica na configuração de DNS reverso (um registro de PTR) para o endereço IP do Servidor de Origem, bem como seu DNS direto correspondente. Conforme mencionado na RFC 1912, seção 2.1.

TESTE AQUI O DNS REVERSO DO SEU IP
IP do Servidor de Origem:

3. O Servidor de Origem não deve ter endereço IP designado dinamicamente.

4. O Servidor de Origem deve garantir que seus serviços não serão utilizados por pessoas não autorizadas.

5. O Servidor de Origem deve enviar correio eletrônico livre de qualquer conteúdo malicioso, tais como vírus ou “spyware”.

6. O sistema de correio eletrônico, do qual o Servidor de Origem faz parte deve garantir o recebimento das mensagens de retorno (“bounce messages” gerados pelo “mailer-daemon”).

7. O Servidor de Origem não deve enviar mais de 10% de suas mensagens para destinatários inválidos na MD Brasil.

8. O Servidor de Origem não deve gerar um número excessivo de conexões simultâneas.

9. O Servidor de Origem deve identificar-se apropriadamente ao iniciar uma conexão com os servidores da MD Brasil e seguir, durante toda a conexão, as normas padronizadas para a troca de correio eletrônico, como as descritas nas RFC 2821 e RFC 2142.

10. O Servidor de Origem deve estar autorizado no registro SPF, caso este exista, dos domínios usados pelos seus remetentes. Mensagens que falharem no teste do SPF serão recusadas. No caso de mensagens redirecionadas automaticamente, o Servidor de Origem deve “assumir a responsabilidade” pelas mensagens por ele redirecionadas. Isso deve ser feito através de algum mecanismo de reescrita de remetente (SRS – Sender Rewriting Scheme).

11. A MD Brasil consultará as bases de dados de servidores tidos como “Spammers” publicadas em Sites específicos da Internet que tem essa finalidade.

12. Serão bloqueadas no servidor quaisquer mensagens contendo anexos potencialmente nocivos como .exe, .bat, .com, .scr, .vbs, inclusive contidos em arquivos compactados.

13. Reclamações enviadas por usuários da MD Brasil poderão ser usadas como base para recusar ou penalizar o acesso ao sistema de correio eletrônico da MD Brasil.

Medidas e técnicas empregadas para controle de mensagens originadas por clientes da MD Brasil:

1. Os clientes somente poderão enviar até 100 e-mails por sessão.

2. A cada 12 mensagens consecutivas que um mesmo cliente na mesma sessão enviar, será provocado um atraso de 6 segundos entre elas (tarpit)

3. Serão bloqueadas no servidor quaisquer mensagens contendo anexos potencialmente nocivos como .exe, .bat, .com, .scr, .vbs, inclusive contidos em arquivos compactados.

4. Por padrão todos os clientes de banda larga no backbone da MD Brasil terão o acesso a portas externas de servidores de e-mail (porta 25) bloqueados, devendo forçosamente utilizar o serviço de SMTP da MD Brasil.

5. Essas condições são estabelecidas por padrão e poderão eventualmente ser modificadas a pedido do Cliente e após a análise e provação de nossa equipe técnica.

A MDBrasil se reserva ao direito de alterar estas condições a qualquer momento sem prévio aviso.